Seguidores

sábado, 19 de janeiro de 2013

Fim das férias dos pequenos!!

Férias, diversão, praia, piscina, sol, criança correndo, criança brincando.... ufa.... até quando essas férias?? Faltam 2 semanas, falta 1 semana, só mais esse final de semana.... pronto... acabaram as férias!
imagem: GOOGLE

Outro dia vi um imagem no facebook onde as crianças estavam tristes entrando para escola na volta as aulas e a mãe pulando de alegria. Achei uma imagem triste, mas ri daquela situação. A impressão que dava é que a mãe ia deitar no sofá e ficar olhando pro nada por um bom tempo.
Claro que criança exige atenção, cuidado, e mais atenção e mais cuidado junto com um tanto de paciência, mas temos que ter em mente que sem amor não se consegue realmente se dedicar inteiramente aquele ser que tanto precisa de atenção.
E a mãe que trabalha? Esta, normalmente não tem a mesma quantidade de férias que a criança, se for mãe solteira, separada, viúva, em algum momento vai depender da vó, vizinho, amiga, babá ou algo assim até que o momento em que inicia o curso de férias da escola, e a criança volta para escola novamente, tendo 1 ou no máximo 2 semanas de férias.
E a mãe que não trabalha fora e tem todos os afazeres da casa? Muitas vezes esta mãe irá ficar brava com tanta bagunça, desorganização, brinquedos espalhados, e aquela frase que faz com que tenha que parar tudo: - Mãe, to com fome! 
imagem: GOOGLE

Esses dois tipos de mãe "sofrem" com as férias! São mães cansadas. Não são todas as mães que podem também tirar 1 mês de férias de tudo: casa, comida, afazeres, responsabilidades, daí vem o cansaço. Como seria bom se todas as mães pudessem ir no mês de férias para um resort, não precisar fazer comida, não se preocupar com os cuidados da casa, enfim deixar os filhos sob os cuidados de monitores. Isso sim seriam férias!
Mas, talves exista um outro tipo de mãe, com vivências mais reais e possíveis. A mãe que se dedique um período para brincar com o filho e o outro período para as organizações e afazeres da casa! Estar com o filho não é perca de tempo, é ganho de tempo, se ganha tempo quando educamos, ensinamos valores, e ensinamos modelos corretos.

imagem: GOOGLE

Não é saudável que fique 24 horas apenas para o filho e nem o fato de não se dedicar a brincar, jogar, pintar. Em ambos os casos, a mãe com certeza será a mãe cansada, nervosa, estressada, esperando ansiosamente o dia em que a criança irá voltar as aulas.


PS: Não copia o meu texto sem me pedir autorização!! Peça, com certeza irá autorizar pedindo apenas que coloque meus créditos. Lembre-se: copiar é crime!!
Psicóloga Regina Deichmann Ferrarezzo
CRP: 06/72676

Um comentário:

  1. participe do meu blog tb...
    http://www.mergulhandonapsicologia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe seu recado, sugestão de post!
Obrigada!

Voltar ao topo