Seguidores

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

O que é transtorno de conduta?

imagem: GOOGLE
Crianças e adolescentes estão em constante fase de desenvolvimento e formação da personalidade. Mas, tipos de personalidade que persistem e trazem certo desconforto seja na escola ou em casa são indícios de que algo não está indo bem. Fortes e muito presentes características de desobediência, "matar aula", dificuldade em aceitar limites e regras, desafiar professores e pais se arriscar em atividades perigosas e sem responsabilidade podem receber o diagnóstico de transtorno de conduta.
Os adolescentes que precisam de atenção especial são principalmente os que não aparentam sofrimento psíquico diante do ato que cometeu, ou ainda diante do sofrimento que causou a alguma pessoa, seja familiar ou alguém desconhecido.
Os critérios diagnósticos do DSM-IV para transtorno da conduta incluem:
(1) freqüentemente persegue, atormenta, ameaça ou intimida os outros;
(2) freqüentemente inicia lutas corporais; 
(3) já usou armas que podem causar ferimentos graves (pau, pedra, caco de vidro, faca, revólver); 
(4) foi cruel com as pessoas, ferindo-as fisicamente;
(5) foi cruel com os animais, ferindo-os fisicamente;
(6) roubou ou assaltou, confrontando a vítima;
(7) submeteu alguém a atividade sexual forçada;
(8) iniciou incêndio deliberadamente com a intenção de provocar sérios danos;
(9) destruiu propriedade alheia deliberadamente (não pelo fogo);
(10) arrombou e invadiu casa, prédio ou carro; 
(11) mente e engana para obter ganhos materiais ou favores ou para fugir de obrigações;
(12) furtou objetos de valor;
(13) freqüentemente passa a noite fora, apesar da proibição dos pais (início antes dos 13 anos);
(14) fugiu de casa pelo menos duas vezes, passando a noite fora, enquanto morava com os pais;
(15) falta na escola sem motivo, matando aulas freqüentemente (início antes dos 15 anos). 
Os critérios diagnósticos do DSM-IV para transtorno da conduta aplicam-se a indivíduos com idade inferior a 18 anos e requerem a presença de pelo menos três desses comportamentos nos últimos 12 meses e de pelo menos um comportamento anti-social nos últimos seis meses, trazendo limitações importantes do ponto de vista acadêmico, social ou ocupacional.
TRATAMENTO
Intervenções junto à família e a escola, psicoterapia individual e familiar. Para que tenha êxito, o tratamento não deve ser isolado, e nem abandonado.
Importante: Quanto mais jovem e menores classificações se enquadrar, maiores serão as chances de "cura" com o tratamento, com a psicoterapia.
Com adolescentes que já causaram vários delitos além da psicoterapia também é importante aulas de música, de artes.
Uso de medicamento É necessário quando existe a presença de agressões, paranóias, TDAH)
CAUSAS
Muitas vezes a causa está na relação conflituosa entre pais e filhos. Alguns pais apresentam sérias dificuldades em estabelecer limites, em educar. Ter um bom convívio em casa, sem agressões, ou humilhações é importante para prevenir o transtorno de conduta. Pais que se agridem, chingam, faltam com respeito, tem maiores chances de ter filhos com transtorno de conduta.
imagem: GOOGLE
Infelizmente a maior parte dessa população não tem condição financeira e nem psíquica para tratar a criança ou adolescente, essa situação faz com que tenhamos que conviver com essas crianças e adolescentes diariamente seja na escola de nossos filhos ou ainda na rua, no supermercado.

Psicóloga Regina Deichmann Ferrarezzo
CRP: 06/72676
Orientações e aconselhamentos psicológicos pelos site:

36 comentários:

  1. Adoro seu blog Regina

    Muito útil

    Beijos
    Uma semana feliz

    ResponderExcluir
  2. Oi bom dia, tarde ou noite!
    Me chamo Tamara e tenho um enteado de 11 anos ele é muito desligado, mentiroso, gosta de ser outra pessoa quando esta perto do pai, coloca apelido nos outros e não gosta que coloquem nele, e ja parte para agressão ou corporal ou verbal. Na escola ele não para quieto e em casa também não.
    Como lidar com ele? Ele é hiperativo e agora descobrimos que talvez tenha trastorno de conduta. Peço uma ajuda para entender melhor o que é isso. Obrigada

    ResponderExcluir
  3. Olá Tamara!
    Infelizmente você não deixou nenhuma forma de contato!!
    Me envia o seu e-mail!
    abraços

    ResponderExcluir
  4. Olá Regina!Adorei seu blog, e preciso muito do seu auxilio.Tenho um filho de 16 anos e desde os 9 anos percebo mudanças no seu comportamento, aos 10 anos iniciamos com a terapia, e o psicologo relatava me que era falta de limites e regras, esse fator foi se agravavando e mudei de profissional(muitas vezes), até que nos ultimos dois anos o quadro vem piorando.Gostaria de conversar mais contigo.Segue meu contato
    lurogabi@ig.com.br

    ResponderExcluir
  5. Vir nesse blog por recomendação,muito bom mesmo,fiquei feliz por não perde meu tempo,eu tava precisando de grampo de celular e me recomendaro esse aqui http://www.espiaosip.com.br/celular-espiao.html sera que é bom?alguem ja ouvi falar?abraços,e parabens pelo blog

    ResponderExcluir
  6. Adorei o seu blog.
    Preciso muito de ajuda, gostaria de tirar algumas duvidas por email, pode ser? brunamgomes@hotmail.com
    Abcs.

    ResponderExcluir
  7. Oi Regina adorei seu blog tenho um aluno com transtorno de conduta, lê muito bem, tem 8 anos é desafiador, opositor, só que não consegue produzir textos e não realiza suas atividades sozinho, não tem interesse. O que você aconselha que eu faça ou ensine, e como ajudá-lo a produzir textos, ele está no 3°ano do ensino fundamental. Obrigada, bjs

    ResponderExcluir
  8. Esqueci meu e-mail é maluartioli@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marilu!
      Te enviei um e-mail!!
      abraços
      Regina

      Excluir
  9. Olá, td bem Regina? Tenho um problema com meu irmão, e queria pedir sua opinião ou ajuda, ele estudava em uma escola pública desde o pré, ele agora está no quarto ano e mudou para uma escola particular, sempre deu problemas pelo seu comportamento, e foi diagnosticado com tdah, mas parou os remédios que tomava há dois anos pois começo a ter convulsões. Ele agora nessa nova escola, está piorando o seu quadro, ele mente, briga com todos, chora, diz que a professora bate nele, mesmo a gente sabendo que é mentira, diz que vai pegar faca para os alunos, grita, fala muito palavrões, coisa que nós abominamos em casa, e esse comportamento é só na escola, em casa ele é é outra pessoa, ele é amoroso com todos, já não sabemos mais o que fazer, e a escola não está dando suporte nenhum, só diz para conversarmos com ele, e que assim não dá pra ficar, mas não nos ajuda, já não sabemos mais o que fazer, você pode nos ajudar?? meu email é kelly.chicrete@hotmail.com, fico no aguardo.

    ResponderExcluir
  10. Olá Regina... Sou mãe de um menino de 8 anos e depois de falar com professores, psicólogos e um psiquiatra ainda me vejo sem saber o que fazer com meu filhinho. Ele tem temperamento forte desde três anos, antes disso era um bebê dócil e com as birras de uma criança comum. Depois dessa idade ele começou a apresentar-se agressivo por motivos banais. Em 2012 estudou em três escolas pelo mesmos motivos. Bateu nos colegas, nos professores e em quem mais estivesse próximo. Hoje, após um ano sem graves ocorrências ele teve uma nova crise: bateu nos colegas com socos no rosto, na pedagoga, quebrou os óculos do professor que tentou contê-lo, furou um colega com lápis... esses foram os relatos da pedagoga que, é claro, foram contados com mais minúcias e cores mais fortes. Em casa ele tem comportamento normal, mas quando começa a se alterar eu o coloco no quarto e aos poucos ele fica mais calmo. O mais impressionante mesmo é que ele parece ficar cego quando fica furioso. Derruba tudo o que vê pela frente e não importa o que digamos, parece ter olhos somente para o alvo ou para seu objetivo: bater e quebrar. Meus amigos dizem que não conseguem imaginá-lo sendo rude, pois normalmente ele é falante, extrovertido e amigável. Ele tem um instinto de proteção formidável com crianças pequenas, menores de 4 anos mais ou menos, mas com maiores em algum momento acontece uma dessas explosões. Meu filho aprende rápido e tem grande compreensão das coisas, já chegou a me perguntar: "-Mãe, quando vai passar?" ; "- O que? perguntei" "Isso, de anjo bom, anjo mau". É um leitor voraz, aprende qualquer coisa com rapidez (com sete anos aprendeu equaçoes simples do 1°grau). Não sei o que fazer. Já tirei seus brinquedos, converso sempre, leio em casa, faço preces com ele, explico tudo da maneira como posso, nunca dou a ele coisas que não merece e sempre o parabenizo ou premio quando é preciso. Estou me sentindo perdida, impotente. Desculpe por quase escrever um livro, mas preciso saber pra onde ir, quem procurar. Será que estou fazendo tudo errado? yanaborges@hotmail.com

    ResponderExcluir
  11. Regina preciso da sua ajuda ...
    por favor o mais rapido possivel ... meu contato : isa_apx26@hotmail.com

    ResponderExcluir
  12. Ola Regina...td bem? Tbem estou em um dilema com meus filhos. Oq ocorre é q tenho um adolescente diagnosticado com transtorno de conduta deficit e alterado. Segundo a ultima piscologa q ele passou depois de inumeros profissionais, ela me falou q sem remedios não é possivel o tratamento,pois só com terapia não ira resolver. Deve haver a medicacao,q ele ja tomou,mas nunca consigo fazer o tratamento até o fim,pois ele não colabora em nd. Estou pensando em interna lo,pois não vejo outra saida até pq meu outro filho de apenas 6 anos o qual nunca tive problemas,Já esta apresentando caracteristica de transtorno segundo oq li no seu blog. Oq tem a dizer sobre minha possivel decisao de internal lo completamente? Ele ja esta fazendo uso de maconha e se envolvendo em pequenos furtos. Tenho medo q a consequencia desses atos seja a fundacao casa. Me de sua opiniao...e se possivel me esclareça oq é transtorno de conduta deficit e alterado. Meu contato: anajk@bol.com.br.

    ResponderExcluir
  13. BOM DIA REGINA... MEU NOME É TATIANA E TENHO UM FILHO DE 5 ANOS QUE DE ACORDO COM O NEUROLOGISTA ESTÁ COM TRANSTORNO DE CONDUTA E INDICOU O MEDICAMENTO NEULEPTIL. ATUALMENTE ELE ESTÁ NO ESTÁGIO II DA ESCOLA FUNDAMENTAL, QUE SERIA O PRÉ. ELE ULTIMAMENTE TEM SE COMPORTADO DE MANEIRA DIFERENCIADA NA ESCOLA, BATE NOS COLEGAS, BRIGA NA ESCOLA E NÃO FAZ AS ATIVIDADES SOLICITADAS PELA PROFESSORA. ESTAMOS FAZENDO O ACOMPANHAMENTO DELE COM PSICÓLOGO, MAS ATÉ ENTÃO, NÃO TEVE NENHUMA CONSULTA INDIVIDUAL COM ELE. EU E O PAI DELE SOMOS SEPARADOS DESDE QUANDO ELE TINHA 3 MESES DE IDADE, E FOI UMA SEPARAÇÃO CONTURBADA, PERDEU OS DOIS AVÔS NUM INTERVALO DE UM MÊS, E O PAI DELE MAL VEM VISITÁ-LO. SERÁ QUE ISSO AFETOU O PSICOLÓGICO DELE? ME AJUDE POR FAVOR. MEU EMAIL É tati.csantos17@gmail.com. OBRIGADA

    ResponderExcluir

  14. Ola Regina! Eu tenho 18 anos e sempre achei que houvesse algo de errado cmg. Tive muitos problemas desde criança os quais eu não aparento me importar mas eu não os esqueço. As vezes quando estou me sentindo muito pressionada eu me sinto como qe encurralada e sem saber oq fazer ai entao me da falta de ar e eu paro de prestar atenção no que as pessoas estão falando diretamente comigo alem de ficar olhando para todos os lados, e eu sei que faço isso e isso me assusta. Recentemente fiz um teste online de uma universidade de São Paulo sobre psicologia e psiquiatria, um teste realmente muito grande com varias sessões de perguntas e cada uma deveria ter umas 150 a 200 perguntas. O resultado que me foi dado apontou 4 provaveis problemas psíquicos: Depressão, Distimia, Transtorno de conduta e Transtorno dissociativo. Meus pais dizem que isso é coisa da minha cabeça, meu namorado diz que eu nao tenho nada qe sou completamente perfeita e sem problemas, mas minha mente e meu corpo se sentem propícios a estes problemas, ja tentei suicídio 3 vezes entre os 10 e 13 anos entre muitoos outros problemas. Meus pais não querem me deixar ir a um psiquiatra entao eu tento arranjar meios de entender oq ah de errado cmg :( pesso sua ajuda se possivel, escrevi mt eu sei mas e que realmente nao sei oq fazer. Grata desde ja.
    rah-chagas2011@hotmail.com

    ResponderExcluir
  15. Olá Regina,preciso muito de uma luz...meu filho tem esse diagnóstico,faz tratamento com psiquiátricos e toma medicamentos,ele agride todos em casa,verbalmente e fisicamente,o pai já não fala mais com ele,e meu casamento está indo por água abaixo!me ajude pelo amor de Deus dea_taf @hotmail.com

    ResponderExcluir
  16. Olá Regina, meu nome é Angelita e eu estou passando por um serio problema com meu filho ele tem 14 anos e quando vc escreveu a materia parece que o descreveu hoje mesmo tive uma audiencia no forum devido a ele nao fazer nada na escola, ele é mentiroso e ja apresentou varios sintomas deste que vc descreveu como disturbio de conduta nao sei mais o que fazer nada que eu tento com ele da certo preciso de ajuda urgente pois sinto que estou perdendo o meu filho por favor me ajude,,,angelmgpz@ymail.com

    ResponderExcluir
  17. ola regina , meu nome é sirlene eu estou desesperada sinto que preciso ajuda meu filho ele faz tratamento com neuro,fono,e psicologa e faz psicomotrocidade ,ele tem 6 anos,ele tem distubio de conduta e atraso da fala ,hoje fui na escola conversa como ele esta indo ,a professora quer saber como trabalhar com ele qd chama atenção dele, ele fica bravo e empurra a professora pra fazer atividades ele quer que pega na mão dele ,e e muito imperativo ,eu e a escola precisamos saber como trabalhar com ele na sala de aula ,me ajude por favor,ha ele toma neuleplil 3 vezes ao dia . sirlenemessias@bol.com.br

    ResponderExcluir
  18. ola regina , meu nome é sirlene eu estou desesperada sinto que preciso ajuda meu filho ele faz tratamento com neuro,fono,e psicologa e faz psicomotrocidade ,ele tem 6 anos,ele tem distubio de conduta e atraso da fala ,hoje fui na escola conversa como ele esta indo ,a professora quer saber como trabalhar com ele qd chama atenção dele, ele fica bravo e empurra a professora pra fazer atividades ele quer que pega na mão dele ,e e muito imperativo ,eu e a escola precisamos saber como trabalhar com ele na sala de aula ,me ajude por favor,ha ele toma neuleplil 3 vezes ao dia . sirlenemessias@bol.com.br

    ResponderExcluir
  19. Alá regina eu tenho um filho que tem transtorno de conduta e mim dar muito trabalho eu estou sem saber o que fazer com ele ele fica muito agressivo e sai quebrando tudo dentro de casa ele já toma remédio mas não vejo resultado mim ajude eu já estou com depressão e meu marido também meu hotmail e santoslurdes1@hotmail.com

    ResponderExcluir
  20. Alá regina eu tenho um filho que tem transtorno de conduta e mim dar muito trabalho eu estou sem saber o que fazer com ele ele fica muito agressivo e sai quebrando tudo dentro de casa ele já toma remédio mas não vejo resultado mim ajude eu já estou com depressão e meu marido também meu hotmail e santoslurdes1@hotmail.com

    ResponderExcluir
  21. Olá Regina! Estou bastante preocupada com minha enteada de 13 anos. Desde pequena apresentava-se diferente. Hoje passa os dias na internet só olhando videos de terror, nem se mexe. Posta no fece só mensagens terroristas como que tivesse pensamentos paranóicos. Não conversa com o pai, a avó, comigo ou qualquer pessoa que chegue perto dela. Brinca com facas no apartamento que mora com a mãe( vi fotos colocando faca na boca, rosto e toda pintada de mermelho, como sangue). Mente pra mãe e esta liga xingando o pai, e dizendo que ela vai ficar sozinha no apartamento, que não vai ficar com ele, pois desde pequena ele que cuida dela por ter firma em casa fica mais facil. Agora ela não quer limite e usa a mãe pra brigar com o pai e conseguir o que quer. Já machucou o sobrinho que é bem menor que ela, porque tem ciume da irmã e do sobrinho. É irmã por parte de pai. Já machucou feio minha neta, dando embalo numa rede, quando ela também queria subir. Nossa, muitas coisas. As postagens que me assustam, parece ter ódio e desejo de fazer o mal. Um dia veio me contar bem eufórica " Cê, sabe que é possível cometer um crime perfeito, é só colocar um travesseiro noo rosto de alguém dormindo e quando perder o sentido, a gente tira e ela sofre uma parada cardíaca e morre". Então expliquei pra ela que não existe crime perfeito, todos são descobertos, ela silenciou... sei lá ... já aconselhei meu companheiro e vou falar com ele de novo pra procurar ajuda. Mas não sei como agir com ela. Sou professora de educação infantil e não sei o que fazer, pois já fiz o possivel pra ter uma vida normal, mas ela vive em outro mundo e acho que não podemos mexer com isto, só um profissional. Desculpa, mas preciso de orientações, pois estou preocupa com ela e com a gente. Meu email celiandra19@hotmail.com

    ResponderExcluir
  22. ola.preciso muito de ajuda nesse momento,tenho um filho de 19 anos , já serviu o quartel,terminou o 2º grau, só que sempre eu tive que ajudar ele em todos os sentidos, na escola ele sempre foi meio atrasado ,não consegui aprender a ler nem escrever, eu q tive que ensina-lo em casa, porque ele ficava muito nervoso por não conseguir e seus coleguinhas já sabiam, quando foi pro quartel achei que tudo ia melhorar, me enganei, nem os coturnos e engraxava, sempre muito nervoso, agressivo, ai eu acabava fazendo por ele, sei q era errado mais pra não ver ele quebrar tudo dentro de casa preferia fazer. agora ele tá em casa mais nossas vidas se tornou um terror, ele já me agrediu verbalmente e fisicamente ,ele não conversa com a gente, só reclama de tudo, tá sempre mau humorado ,não sei mais o q fazer porq tenho até medo dele, me ajudem por favor,estou desesperada ,meu marido fica nervoso também e acaba descontando em mim, já pensei por varias vezes em suicídio. me ajudem . meu e-mail silpinto-77@hotmail.com

    ResponderExcluir
  23. Boa noite! Regina, conheço uma criança que é terrivel em casa (nao obedece e algumas vezes pega até faca para machucar familiares quando nao quer fazer algo, bate na irmã, tem dificuldade de aprendizagen (dislexia). Faz terapia mas nao apresenta nenhum comportento agressivo para a psicologa, na escola também não. Isso pode ser distúrbio de comportamento?

    ResponderExcluir
  24. Olá Regina, tenho um filho de 10 anos que adotei com 3, há dois anos foi diagnosticado com TC e TOD.
    Faz tratamento psicopedagogo, psicológico e psiquiátrico, e faz uso de medicamentos.
    Eu mediante a essa situação hj sou depressiva, faço também tratamento psicológico e psiquiátrico.
    Não sei mais o que fazer pois apesar do tratamento e das medicações, ele não melhora, não sei mais o que esperar dele, durmo esperando a próxima que ele irá aprontar.
    Já fugiu de casa três vezes e na última dormiu na rua, tentou abusar sexualmente de uma amiga da escola, furta objetos dos alunos, bateu no professor, não efetua as tarefas impostas pela professora, mente, dissimula, quando o convém ele utiliza ser dócil e redutível, até conseguir o que quer e caso não tenha êxito se torna uma criança agressiva e arredia.
    Não sei mais o que fazer, estou a ponto de perder meu emprego, meu casamento está indo por água a baixo pois não tenho cabeça pra mais nada.
    A psiquiatra dele diz que devo ir na vara da infância pra pedir orientação referente as fugas e como lidar na questão escolar, pois já fui inúmeras vezes ao conselho tutelar de minha região é nada é falado.
    Somente que ele não está sendo mal tratado e que mediante a isso só podem fazer uma intervenção se ele sofrer mais tratos.
    Tenho que esconder tudo em Ksa, pois ele diz que vai me matar.
    Faz desenhos na escola da minha casa com rio de sangue em frente.
    Peço que me ajude de qualquer forma.
    Desde já agradeço

    ResponderExcluir
  25. oi Regina , estou muito confusa , tenho um filho de 20 anos e desde pequeno ele tem mania de pegar as coisas escondido , sem falar ou pedir a ninguém e de uns 3 anos para cá descobri que ele pega dinheiro da minha bolsa , ele não é usuario de drogas , é um menino querido por todos , muito educado e respeitador , mas como mãe me preocupo muito com essas manias dele , ele só faz isso na minha casa , nunca soube que fizesse algo desse tipo na casa dos meus parentes ou amigos , mas na minha casa ele pega coisas minhas do meu marido e do irmão. Não sei o que fazer pois vou conversar com ele e ele jura por tudo que há de mais sagrado que não foi ele sendo que tenho certeza que foi ele, nunca admitiu, estou ficando apavorada sem saber como ajuda-lo.

    ResponderExcluir
  26. Olá Regina! meu esposo se encaixa nos sintomas mencionados acima. minha psicologa disse q não tem cura e sim contole.mas vc fala q tem cura. Preciso se sua ajuda. sandracristinab1973@hotmail.com

    ResponderExcluir
  27. Olá Regina..me chamo Elayne..tenho um filho de 12 anos ele foi diagnosticado com transtorno de conduta..já foi expulso em duas escolas está quase sendo expulso da 3. Vive tendo suspensão da escola que só tem 3 meses nela. A escola não aguenta mais..xinga briga com todos..não respeita ninguém..não aceita regras..quebrou muitas coisas aqui em casa..o meu marido que cria ele desde 8 meses de vida..já desistiu dele..ele não o registrou como filho dele. Eu e meu marido não sabemos mais oq fazer...toma remédio mas não resolve..ele quando mais novo tipo 5 anos foi diagnosticado como hiperativo e transtorno desafidor o positivo..tomou rivaliza e por último concerta..era muito forte..tomou esse remédio uns 3,4 anos desde quando começou a tomar desde do rivaliza ele tinha umas reações estranhas não falava nada com nada..coisa de segundos e depois voltava o normal..depois de uns 4 dos foi que descobrimos que era um tipo de convulsão..acho que pelo o remédio muito forte rivaliza e depois concerta..parou de tomar..desde 2015..e de lá pra cá toma anti convulsivo Depakene 3 vxs ao dia..que tbm ajuda quase nada no comportamento..ele Tavares tomando risperidona..não resolvia..mudou pra um outro..percebi que ficou mais agitado..parei de dá..vou levar rle de novo pro psiquiatra..pra vê um outro remédio pra ele melhorar o comportamento..ele faz terapia cognitiva e nada de melhorar..já pensei em interná-lo mas não sei se tem como pra idade dele..fico triste de mais..pq não quero vê meu filho assim..estou com muito medo..por favor Regina me ajuda!!!! Meu email é elayteles@hotmail.com quero que meu filho fique bem! :( obrigada.

    ResponderExcluir
  28. Olá Regina..me chamo Elayne..tenho um filho de 12 anos ele foi diagnosticado com transtorno de conduta..já foi expulso em duas escolas está quase sendo expulso da 3. Vive tendo suspensão da escola que só tem 3 meses nela. A escola não aguenta mais..xinga briga com todos..não respeita ninguém..não aceita regras..quebrou muitas coisas aqui em casa..o meu marido que cria ele desde 8 meses de vida..já desistiu dele..ele não o registrou como filho dele. Eu e meu marido não sabemos mais oq fazer...toma remédio mas não resolve..ele quando mais novo tipo 5 anos foi diagnosticado como hiperativo e transtorno desafidor o positivo..tomou rivaliza e por último concerta..era muito forte..tomou esse remédio uns 3,4 anos desde quando começou a tomar desde do rivaliza ele tinha umas reações estranhas não falava nada com nada..coisa de segundos e depois voltava o normal..depois de uns 4 dos foi que descobrimos que era um tipo de convulsão..acho que pelo o remédio muito forte rivaliza e depois concerta..parou de tomar..desde 2015..e de lá pra cá toma anti convulsivo Depakene 3 vxs ao dia..que tbm ajuda quase nada no comportamento..ele Tavares tomando risperidona..não resolvia..mudou pra um outro..percebi que ficou mais agitado..parei de dá..vou levar rle de novo pro psiquiatra..pra vê um outro remédio pra ele melhorar o comportamento..ele faz terapia cognitiva e nada de melhorar..já pensei em interná-lo mas não sei se tem como pra idade dele..fico triste de mais..pq não quero vê meu filho assim..estou com muito medo..por favor Regina me ajuda!!!! Meu email é elayteles@hotmail.com quero que meu filho fique bem! :( obrigada.

    ResponderExcluir
  29. O nome do Remédio é ritalina.. como sempre o corretor atrapalhando rs

    ResponderExcluir
  30. Olá, Regina.
    Sou Luciana e tenho uma filha de quase 16 anos (completará em dezembro). Estou me divorciando do meu marido e os antigos problemas de comportamento dela voltaram. Ela foi por nós adotada quando tinha 4 anos e apresentou diversos problemas de mentiras e furtos. Infelizmente voltou a furtar e acabou sendo pega e agora vamos ter que nos apresentar ao Juizado de Menores, sob o risco de ela receber uma pena... Minha filha está em psicoterapia há muitos anos, mas o que estamos percebendo é que ela não está se abrindo completamente com a terapeuta, inclusive ocultou da terapeuta alguns episódios recentes de furto na escola... O que você recomenda? Procuro um psiquiatra? Será um caso de cleptomania? Ou será que ela está muito ansiosa pelo problema do divórcio? Mas como lidar com esta possibilidade na vida dela toda vez que enfrentar uma fase de maior ansiedade?
    Muito obrigada pela ajuda,
    Luciana - luciana@follow-up.com.br

    ResponderExcluir
  31. Olá Regina . Sou mãe de um menino de 2 anos e 9 meses meu filho é muito agressivo tem dificuldades pra dormir . ele chora todo tempo grita dai levei ele na neuropediatra que disse que ele tem Transtorno Hipercinético de Conduta e passou um medicamento para ele dormir o Risperidon ele até ficou mais calmo dormi mais e quando acorda fica mais tranquilo , só que de 20 dias pra cá voltou tudo de novo por favor o que eu devo fazer . já que o retorno dele com a neuro será em MARÇO . landimjanainamt@gmail.com

    ResponderExcluir
  32. Adotamos um menino aos 4 meses, hoje com 16, sempre criado em ambiente favorável, com muito amor, carinho, boa escola. Sempre muito nervoso e 'pavio curto' foi crescendo com bom rendimento escolar, sempre praticou esportes, muito inteligente porém sempre muito agressivo principalmente com palavras e em casa. Acrescento que sempre manteve muitos amigos, insistia sempre para que dormissem em nossa casa, adminstrávamos e deixávamos. Qdo ele tinha 13 anos nos divorciamos, porém sem brigas e sem alterações no cotidiano dele, percebemos que no mesmo momento que crescia comecou a procurar amizades cada vez piores em qualidade, e começou a desafiar e desobedecer, acabou abandonando a escola particular por uma publica, completou o ensino fundamental precariamente. Em 2016, no 1 ano do ensino médio, acabou abandonando a escola devido a irritação, inquietude, e já tomava há dois anos um ansiolítico, que parece não fazer mais efeito. As amizades e a ansiedade o levaram a fumar maconha, o que nos preocupa muito porém ele alega que o acalma. Está tendo atitudes antisociais principalmente por influencia desses amigos que procura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. contato pelo e-mail adolescentecomtdo@bol.com.br

      Excluir
  33. ¿Alguna vez has oído hablar de la tarjeta de cajero automático en blanco capaz de hacer retiro en efectivo de $ 3,000 por día sin ser dañino ?, yo uso para ser una señora muy pobre, y la vida parece estar vomitando en mí. Así que me quedé sin otra opción que ampliar mi búsqueda, y finalmente me encontré con los cajeros automáticos integrados. Aunque tuve mis dudas al principio, porque traté de conseguir la tarjeta hace algún tiempo y me arrancaron mi dinero. Pero me quedé sin otra opción que intentar de nuevo simplemente porque tenía una mejor comprensión de la tarjeta integrada de Hackers ATM. Me dieron la forma del cliente para llenar, me dijeron que voy a recibir la tarjeta después de una semana. Para mi sorpresa, me dieron la tarjeta de cajero automático en blanco después de dos días de activación. He podido retirar más de $ 42,000 ya. Esta tarjeta me da $ 3,000 todos los días y la tarjeta no tiene límite de compra en línea y también funciona perfectamente en cualquier cajero automático, puede usarlo en cualquier cajero automático para retirar $ 3,000 por día sin ningún retraso o daño, por lo que estoy usando este medio para Apreciar las buenas obras de los cajeros automáticos integrados, gracias por dar esta tarjeta a los pobres, sin esperanza y sin casa una oportunidad de seguir respirando, a diferencia de los otros hackers falsos que siguen robando a los pobres sólo para hacerlos más miserables. Y para aquellos de ustedes que tienen dificultades en la vida y también han sufrido de las manos de los hackers falsos, aquí es otra oportunidad para usted. No busque más, pero póngase en contacto con ellos con este correo electrónico, integratedhackersoffice@gmail.com En todo el mundo creo que también le ayudará.

    ResponderExcluir
  34. Prezada Regina,
    Tenho um menino hoje com 13 anos, que segundo laudo da neuro, apresenta agitação, agressividade e impulsividade e desde os 4 anos vem sendo tratado como hiperatividade. Apresenta dificuldade no relacionamento familiar e com colegas da mesma idade. Já fez uso de ritalina e valproato, suspensos por efeito colateral. Atualmente toma vivance de 50mg e risperidona 1mg. Depois de algum tempo, a psicóloga disse que ele estaria apresentando TOD, com resposta ruim ao tratamento, evoluindo com piora na falta de empatia e isolamento social, e em certos momentos com certa agressividade. Estou muito preocupado, pois essa neuro falu em transtorno de conduta, o qual quero crer não seja uma verdade, mas ao mesmo tempo não estou descartando nenhuma possibilidade. Os momentos que essa agressividade se manifesta é quando há uma frustação em relação a alguma coisa, como por exemplo, um problema no computador, quando a internet cai no meio de um jogo e coisas do gênero. Tem 2 anos que me separei, ele fica com a mãe. Estou buscando ajuda, encontrar um norte, uma estrada que posso seguir com segurança e que me apresente um retorno. Por favor!
    Grato!
    roalex.2005@gmail.com

    ResponderExcluir

Deixe seu recado, sugestão de post!
Obrigada!

Voltar ao topo