Seguidores

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Transtorno de Personalidade Borderline




Provavelmente, você lendo esse post, vai se lembrar de alguém que tenha as características a seguir, mas cautela, rotular pessoas não é certo. O meu objetivo é informá-los sobre algumas patologias e assim conseguir se ajudar ou ajudar alguém com tal problema.

As pessoas para terem diagnósticos e prognósticos necessitam de uma avaliação médica, psicológica, ou até mesmo psiquiátrica.

A personalidade Borderline caracteriza-se pela instabilidade de emoções. Essa característica faz com que tenha instabilidade nos relacionamentos interpessoais, na auto-imagem e nos afetos.

Qualquer sinal de abandono real ou imaginário já provoca fortes transformações no comportamento, nos afetos, na cognição. Logo, nos primeiros encontros, este, se diz ser protetor, cuidador, juras para toda uma vida. Na verdade, essa atitude é uma maneira de saber que o outro sempre "estará lá" na sua espera.

É frequente a mudança de opiniões sobre carreira, amigos, família, relacionamento. Exemplo: "Ora namoro com você, ora você me faz mal, e não te quero mais." Esse comportamento acaba desgastando o relacionamento, fazendo com que o outro tenha a auto estima negativa com relação a si próprio.

A impulsividade é outra característica dessa personalidade, normalmente em excesso: gastar, comer, beber, jogar, utilizar de substâncias, dirigir descontroladamente.

Muitas vezes encontram-se com intenso sentimento de vazio. Culpando o parceiro por esta sensação.

Sentimento de raiva frequente, tendo dificuldade de controle, chegando até a lutas corporais.

Este é um grave distúrbio que afeta toda uma vida, da pessoa acometida e dos seus familiares. Medicação como estabilizadores do humor, antidepressivos e outros são importantes para reduzir as consequências incontroláveis da doença. Acompanhamento psicológico é imprescindivel.


www.psicoterapiavirtual.com.br

15 comentários:

  1. Boa noite Regina,

    Não conhecia esse transtorno, mas tem algumas características do transtorno bipolar de humor.

    Beijos,

    ResponderExcluir
  2. O Transtorno bipolar apresenta comportamentos com fase depressiva e fase maníaca. Já o borderline apresenta oscilações no humor, um dia ta super feliz, e no dia seguinte ta péssima, agressividade, e impulsividade também são características.

    ResponderExcluir
  3. Passei a conhecer esse transtorno aqui em seu post Regina.

    Um gde abraço.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  4. Oi Regina!
    Eu também não conhecia esse transtorno, foi bom saber.

    Ontem eu estava na correria, mas hoje vim com calma pra poder ler mais alguns posts e pra te seguir.
    Beijinhos e tudo de bom pra você!

    ResponderExcluir
  5. Olá Re!Veja se agora fiz certo :) Beijokass

    ResponderExcluir
  6. Olá! eu tb n conhecia..pensei que era a sms coisa que o transtorno bipolar,mas vi aqui q vc explica que são diferentes..
    foi bom saber!!
    ;-)
    bjs!

    ResponderExcluir
  7. COisa boa Regina ter uma amiga blogueira psicologa..rs*
    Porque assim vc nos esclarece melhor as coisas...e tb podemos tirar dúvidas com vc!
    Confesso que achei que esse tipo de comportamento fosse meio "normal".Já vi tantos casais passarem por isso...affff...
    Brigaduuuu...pelo esclarecimento!
    beijos!

    ResponderExcluir
  8. Pois é meninas, às vezes conhecemos alguém que tem uma ou outra dessas características, agora imaginem uma pessoa com todas essas características!

    ResponderExcluir
  9. Oi!!!!!!!!! passei aqui. Muito bom seu blog. Estou te seguindo,ficarei muito feliz de tê-la como seguidora. Beijos... Alegria de Viver

    ResponderExcluir
  10. Um ótimo fim de semana pra vc amiga.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  11. Oi Regina adorei seu blog!
    Muito bacana!
    bjussssssss

    ResponderExcluir
  12. Oi Regina, obrigada pela visitinha,
    muito bom passear pelo teu blog.
    Desejo muito sucesso na tua carreira,
    vou divulgar teu blog no meu.
    bjs e uma linda semana com muitos
    clientes.

    ResponderExcluir
  13. Olá, eu tenho TPB e só o soube depois de uma luta que durou 13 anos com diagnósticos errados e tratamentos infrutíferos.

    Ultimamente tenho conseguido controlar bem os sintomas mas ainda entro em pequenas crises de vez em quando.

    ResponderExcluir
  14. olá Wally!! É sempre muito útil ressaltar a importância da ajuda psicológica e psiquiátrica.

    ResponderExcluir
  15. Oi Regina


    Me identifiquei quase q 100% neste post... Achava que era bipolar... nunca tinha ouvido falar deste transtorno...
    Qual o melhor tratamento????
    É aconselhável terapia? E qual q probabilidade de cura????

    ResponderExcluir

Deixe seu recado, sugestão de post!
Obrigada!

Voltar ao topo